Rossoni cobra agilidade de prefeitos para acelerar convênios

O chefe da Casa Civil Valdir Rossoni cobrou mais agilidade dos prefeitos paranaenses no envio de documentos como certidões negativas e projetos para que o Governo do Estado possa dar agilidade na liberação de recursos e de convênios com os municípios.
A declaração foi feita durante formalização nesta segunda-feira (31), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, de convênios e financiamentos do executivo para 51 municípios, no valor de R$ 25,2 milhões. “O governo quer agilidade porque o dinheiro está no caixa e não dá para perder tempo na liberação para que a população seja beneficiada o quanto antes”, explicou o secretário.
Repasses – Os convênios firmados pelo governador Beto Richa serão feitos através do Programa de Apoio aos Municípios (PAM) e pelo Sistema de Financiamento dos Municípios (SFM), através da Fomento Paraná.

Um total de R$ 16,5 milhões serão investidos em mini-arenas esportivas, veículos, pavimentação de ruas e equipamentos agrícolas, rodoviários e para creches. E R$ 8,6 milhões para recape asfáltico, pavimentação e também equipamentos rodoviários.

“Valeu a pena ser um gestor responsável e fazer o plano de ajuste fiscal na hora certa. Porque agora podemos estreitar e fortalecer a relação de trabalho com os municípios”, afirmou o governador Beto Richa.
Municípios – O prefeito de Palmas, região Centro Sul, Kosmos Nicolau, assinou convênio de R$ 800 mil para compra de equipamentos. “Meu município tem quase dois mil quilômetros de estradas rurais e vamos conseguir dar melhores condição de tráfego para moradores e produtores rurais”, afirmou.

Salto do Itararé, no Norte Pioneiro, vai receber R$ 220 mil para pavimentação. “A parceria com o governo tem sido muito boa para os municípios, que não conseguiriam fazer os investimentos sem essa ajuda”, disse o prefeito Paulo Sérgio Silva.

Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, conseguiu a liberação de R$ 4 milhões para investimento em infraestrutura, mas já recebeu cerca de R$ 16 milhões em outros investimentos, obras e repasses do governo, segundo o prefeito Márcio Claudio Wozniack.

“Nosso município está entre os que mais recebem pessoas do interior ou de outras localidades e temos muitas áreas sem asfalto. A ajuda do governo é fundamental para dar melhor condição de vida às pessoas”, explicou.

COMENTÁRIO