Sérgio Souza destaca produção de leite em Castrolanda no Paraná

Castro sedia a Expoleite entre os dias 15 e 19.

Ao iniciar hoje (9) os trabalhos da sessão da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal (CAPADR), o deputado Sérgio Souza (PMDB-PR) destacou a realização na semana que vem do principal evento da pecuária leiteira do Brasil – a Agroleite. A iniciativa da cooperativa Castrolanda, disse o parlamentar, sem dúvida alguma é a principal vitrine da tecnologia de leite do país.
A Agroleite, que será promovida entre os dias 15 e 19, no município de Castro, Paraná, ganha notoriedade internacional a cada edição. Este ano, contará entre os seus patrocinadores com uma empresa estrangeira – a New Zealand Trade e Enterprise, agência de fomento de negócios do governo da Nova Zelândia. O objetivo da entidade é apoiar as empresas neozelandesas a construir alianças estratégicas para desenvolver relações comerciais internacionalmente.
Segundo o presidente da CAPADR, Sérgio Souza, o envolvimento da New Zealand na Agroleite é animador para toda a cadeia produtiva do leite, pois a Nova Zelândia é o maior exportador mundial de produtos lácteos, e esse posto foi alcançado com base em investimentos em tecnologia para o homem do campo e para a produção animal. A própria New Zealand reconhece a Agroleite como uma referência no lançamento e divulgação de produtos e serviços no país no setor leiteiro, disse o deputado.
O Brasil ainda não é exportador de leite, no entanto, possui um rebanho leiteiro estimado em 20 milhões de vacas, e produz 35 bilhões de litros de leite ao ano. A Nova Zelândia possui cinco milhões de vacas e produz 20 bilhões de litros. A grande diferença é o nível de eficiência de produção – com um rebanho equivalente a um quarto do brasileiro produz mais que metade do volume, em sistemas predominantemente baseados em pastagens.
IMPORTAÇÃO DO LEITE EM PÓ – Na próxima terça-feira (15), a partir das 14h30, a CAPADR promove uma audiência pública para debater a importação predatória de leite em pó e perda de competitividade dos produtores lácteos. Requerimento neste sentido, de autoria do deputado Heitor Schuch (PSB-RS), foi aprovado nesta quarta-feira (9) por unanimidade. Por sugestão do deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), a Abraleite (Associação Brasileira dos Produtores de Leite) participará do evento.
Sergio Souza anunciou que os produtos lácteos vão estar no foco da Comissão de Agricultura da Câmara Federal. Para tanto, o leite será um dos temas presentes na Subcomissão Permanente de Política Agrícola existente na comissão. “Neste órgão, vamos defender a implementação de políticas públicas para o fortalecimento da cadeia produtiva do leite, um setor responsável por milhares de empregos em 1,3 milhão de propriedades, atividade praticada em 99% dos municípios brasileiros”, acrescentou o parlamentar.

COMENTÁRIO